A Origem do Carnaval Imprimir
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 

Carnaval
É uma festa que se originou na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos

deuses pela fertilidade do solo e pela produção.
Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C..
 É um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média.
O período do carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou do latim "carne vale" dando origem ao termo "carnaval".
Durante o período do carnaval havia uma grande concentração de festejos populares.
Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes.

O carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX.
A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo.

 
Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas.
Já o Rio de Janeiro criou e exportou o estilo de fazer carnaval com desfiles de escolas de samba para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio e Helsinque, capital da Finlândia.


O carnaval do Rio de Janeiro está no Guinness Book como o maior carnaval do mundo.
Em 1995, o Guinness Book declarou o Galo da Madrugada, da cidade do Recife, como o maior bloco de carnaval do mundo.


História e origem


A festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma.
Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma.
A palavra "carnaval" está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão "carnis valles", que, acabou por formar a palavra "carnaval", sendo que "carnis" em latim significa carne e "valles" significa prazeres.
 
Em geral, o carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas.
Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados "gordos", em especial a terça-feira (Terça-feira gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras).


O termo mardi gras é sinônimo de Carnaval.


O carnaval da Antiguidade era marcado por grandes festas, onde se comia, bebia e participava de alegres celebrações e busca incessante dos prazeres.
O Carnaval prolongava-se por sete dias na ruas, praças e casas da Antiga Roma, de 17 a 23 de dezembro.
Todas as atividades e negócios eram suspensos neste período, os escravos ganhavam liberdade temporária para fazer o que em quisessem e as restrições morais eram relaxadas.
As pessoas trocavam presentes, um rei era eleito por brincadeira e comandava o cortejo pelas ruas (Saturnalicius princeps) e as tradicionais fitas de lã que amarravam aos pés da estátua do deus Saturno eram retiradas, como se a cidade o convidasse para participar da folia.
No período do Renascimento as festas que aconteciam nos dias de carnaval incorporaram os baile de máscaras, com suas ricas fantasias e os carros alegóricos.
Ao caráter de festa popular e desorganizada juntaram-se outros tipos de comemoração e progressivamente a festa foi tomando o formato atual.

O Carnaval, essa festa que arrebata multidões para as ruas, promove desfiles suntuosos, comilança, excessos em geral e também muita violência, liberalidade sexual etc.

Ao estudarmos a origem do Carnaval, vemos que ele foi uma festa instituída para que as pessoas pudessem se esbaldar com comidas e festa antes que chegasse o momento de consagração e jejum que precede a Páscoa, a Quaresma.

         Veja o que a The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997 nos diz a respeito:

 

"O Carnaval é uma celebração que combina desfiles, enfeites, festas folclóricas e comilança que é comumente mantido nos países católicos durante a semana que precede a Quaresma. Carnaval, provavelmente vem da palavra latina "carnelevarium" (Eliminação da carne), tipicamente começa cedo no ano novo, geralmente no Epifânio, 6 de Janeiro, e termina em Fevereiro com a Mardi Gras na terça-feira da penitência (Shrove Tuesday)." (The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997. Traduzido por Irlan de Alvarenga Cidade)

 

         Em contra partida vemos que isso era apenas um pretexto para que os romanos e gregos continuassem com suas comemorações pagãs, apenas com outro nome, já que a Igreja Católica era quem ditava as ordens na época e não era nada ortodoxo se manter uma comemoração pagã em meio a um mundo que se dizia Cristão.

         "Provavelmente originário dos "Ritos da Fertilidade da Primavera Pagã", o primeiro carnaval que se tem origem foi na Festa de Osiris no Egito, o evento que marca o recuo das águas do Nilo.

Os Carnavais alcançaram o pico de distúrbio, desordem, excesso, orgia e desperdício, junto com a Bacchanalia Romana e a Saturnalia. Durante a Idade Média a Igreja tentou controlar as comemorações.

Papas algumas vezes serviam de patronos, então os piores excessos eram gradualmente eliminados e o carnaval era assimilado como o último festival antes da ascensão da Quaresma.

A tradição do Carnaval ainda é comemorada na Bélgica, Itália, França e Alemanha. No hemisfério Ocidental, o principal carnaval acontece no Rio de Janeiro, Brasil (desde 1840) e a Mardi Gras em New Orleans, E.U.A. (dede 1857).

Pré-Cristãos medievais e Carnavais modernos tem um papel temático importante. Eles celebram a morte do inverno e a celebração do renascimento da natureza, ultimamente reunimos o individual ao espiritual e aos códigos sociais da cultura.

Ritos antigos de fertilidade, com eles sacrifícios aos deuses, exemplificam esse encontro, assim como fazem os jogos penitenciais Cristãos. Por outro lado, o carnaval permite paródias, e separação temporária de constrangimentos sociais e religiosos.

Por exemplo, escravos são iguais aos seus mestres durante a Saturnália Romana; a festa medieval dos idiotas inclui uma missa blasfemiosa; e durante o carnaval fantasias sexuais e tabus sociais são, algumas vezes, temporariamente suspensos." (The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997. Traduzido por Irlan de Alvarenga Cidade)

         A Enciclopédia Grolier exemplifica muito bem o que é, na verdade, o carnaval. Uma festa pagã que os católicos tentaram mascarar para parecer com uma festa cristã, assim como fizeram com o Natal.

Os romanos adoravam comemorar com orgias, bebedices e glutonaria. A Bacchalia era a festa em homenagem a Baco, deus do vinho e da orgia, na Grécia, havia um deus muitíssimo semelhante a Baco, seu nome era Dionísio, da Mitologia Grega Dionísio era o deus do vinho e das orgias.

Veja o que The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997 diz a respeito da Bacchanalia, ou Bacanal, Baco e Dionísio e sobre o Festival Dionisiano:

  "O Bacanal ou Bacchanalia era o Festival romano que celebrava os três dias de cada ano em honra a Baco, deus do vinho. Bebedices e orgias sexuais e outros excessos caracterizavam essa comemoração, o que ocasionou sua proibição em 186 dC." (The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997. Traduzido por Irlan de Alvarenga Cidade)

          Essa descrição da Bacchanalia encaixa como uma luva em Carnaval

 
 "Da Mitologia Romana, Baco era o Deus do vinho e da orgia. O filho de Semele e Júpiter, Baco era conhecido pelos gregos como Dionísio. Sua esposa era Ariadine."

 

"Dionísio era o antigo deus grego da fertilidade, danças ritualísticas e misticismo. Ele também supostamente inventou o vinho e também foi considerado o patrono da poesia, música e do drama.

Na lenda Órfica Dionísio era o filho de Zeus e Persephone; em outras lendas, de Zeus e Semele. Entre os 12 deuses do Monte Olimpo ele era retratado como um bonito jovem muitas vezes conduzido numa carruagem puxada por leopardos.

Vestido com roupas de festa e segurando na mão uma taça e um bastão. Ele era geralmente acompanhado pela sua querida e atendido por Pan, Satyrs e Maenades. Ariadine, era seu único amor."

 

"O Festival Dionisiano era muitas vezes orgíaco, adoradores algumas vezes superavam com êxtase e entusiasmo ou fervor religioso. O tema central dessa adoração era chamado Sparagmos: deixar de lado a vida animal, a comida dessa carne, e a bebida desse sangue.

Jogos também faziam parte desse festival." (The Grolier Multimedia Encyclopedia, 1997. Traduzido por Irlan de Alvarenga Cidade)

 

         O Festival Dionisiano então, não parece ser a mesma coisa que a Bacchanalia e o Carnaval?

         Nós, os Cristãos, não devemos concordar de modo algum com essa comemoração pagã, que na verdade é em homenagem a um falso deus, patrono da orgia, da bebedice e dos excessos, na verdade um demônio. Pense nisso.

  O Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa, em fevereiro, geralmente, ou em março, conforme o Cálculo da Páscoa, e uma curiosidade: o Carnaval ocorre próximo ou no dia de Lua Nova.
  Datas do Carnaval:

   Datas do Carnaval:


  Ano  /  Data do Carnaval  /  Data da Páscoa
 1955     22 de fevereiro          10 de abril
 1956     14 de fevereiro          22 de abril
 1957      5 de março                21 de abril
 1958      18 de fevereiro          6 de março
 1959      10 de fevereiro          29 de março
 1960       1º de março              17 de abril
 1961       14 de fevereiro          2 de abril
 1962        6 de março              22 de abril
 1963        26 de fevereiro        14 de abril
 1964        11 de fevereiro        29 de março
 1965         2 de março              18 de abril
 1966         22 de fevereiro        10 de março
 1967         7 de fevereiro          26 de março
 1968         27 de fevereiro        14 de abril
 1969         18 de fevereiro         6 de abril
 1970         10 de fevereiro        29 de março
 1971         23 de fevereiro        11 de abril
 1972         15 de fevereiro         2 de abril
 1973          6 de março              22 de abril
 1974          26 de fevereiro        14 de abril
 1975           11 de fevereiro       30 de março
 1976           2 de março              18 de abril
 1977          22 de fevereiro         10 de abril
 1978          7 de fevereiro          26 de março
 1979           27 de fevereiro        15 de abril
 1980           19 de fevereiro         6 de abril
 1981            3 de março              19 de abril
 1982           23 de fevereiro        11 de abril
 1983           15 de fevereiro         3 de abril  
 1984            6 de março              22 de abril
 1985           19 de fevereiro         7 de abril  
 1986            11 de fevereiro        30 de março
 1987           3 de março                19 de abril
 1988          16 de fevereiro            3 de abril
 1989           7 de fevereiro             26 de março
 1990           27 de fevereiro           15 de abril
 1991           12 de fevereiro           31 de março
 1992            3 de março                19 de abril
 1993            23 de fevereiro          11 de abril
 1994            15 de fevereiro           3 de abril
 1995            28 de fevereiro           16 de abril
 1996            20 de fevereiro            7 de abril
 1997            11 de fevereiro            30 de março
 1998            24 de fevereiro             12 de abril
 1999            16 de fevereiro              4 de abril
 2000             7 de março                   23 de abril
 2001             27 de fevereiro             15 de abril
 2002             12 de fevereiro             31 de março
 2003              4 de março                   20 de abril
 2004             24 de fevereiro              11 de abril
 2005              8 de fevereiro              27 de março
 2006             28 de fevereiro             16 de abril
 2007             20 de fevereiro              8 de abril
 2008              5 de fevereiro              23 de março
 2009             24 de fevereiro             12 de abril
 2010             16 de fevereiro              4 de abril
 2011              8 de março                  24 de abril
 2012            21 de fevereiro              8 de abril
 2013            12 de fevereiro              31 de março
 2014             4 de março                   20 de abril
 2015            17 de fevereiro               5 de abril
 2016             9 de fevereiro                27 de março
 2017            28 de fevereiro               16 de abril
 2018            13 de fevereiro                 1 de abril
 2019             5 de março                     21 de abril
 2020             25 de fevereiro               12 de abril

 

 PAZ SEJA CONTIGO...

Comentários (2)
Escrever um comentário
Your Contact Details:
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:D:angry::angry-red::evil::idea::love::x:no-comments::ooo::pirate::?::(
:sleep::););)):0
Security
Por favor coloque o código anti-spam que você lê na imagem.